Saiba o que mudou no desenvolvimento de cidades sustentáveis

Saiba o que mudou no desenvolvimento de cidades sustentáveis


Você já ouviu falar das cidades sustentáveis? O modelo vem ganhando cada vez mais espaço no mercado, principalmente, devido a aprovação e publicação da primeira norma técnica nacional relacionada ao assunto, NBR ISO 37120:2017. A norma implementada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) define e estabelece metodologias para um conjunto de indicadores relacionados ao desenvolvimento sustentável de comunidades urbanas, com o objetivo de orientar e medir o desempenho de serviços e qualidade de vida. 

Conforme o coordenador da Comissão de Estudos Especial 268 da ABNT, Alex Abiko, essa diretriz técnica não trata só de sustentabilidade ambiental, mas também de economia e aspectos sociais em áreas como educação, saúde, segurança e recreação. “É um conceito de sustentabilidade bem amplo. Essa norma tem condições de medir, através de indicadores, a sustentabilidade das cidades existentes no Brasil.” Ao todo, 100 indicadores de sustentabilidade urbana são levados em consideração, além de tratar elementos econômicos, sociais e tecnológicos. “Este documento visa orientar os municípios, governos de Estado, o Ministério das Cidades a medir a sustentabilidade das cidades”, afirma Abiko.

De acordo com o Prof. Marcos Casado, especialista em Construção Sustentável e Saudável e diretor técnico da Sustentech, este é o melhor momento para se investir e desenvolver cidades sustentáveis. “Empreendimentos sustentáveis isolados não conseguem transformar uma cidade ‘normal’ em sustentável, mas quando isto tem uma visão holístico de todo o processo de funcionamento da cidade, os prédios verdes com certeza contribuirão muito para que este movimento se consolide nos próximos anos”, ressalta.

Mas o que são cidades sustentáveis?

Cidades sustentáveis são municípios cuja gestão local busca implementar as chamadas políticas públicas, assim como respeitar e preservar o meio ambiente. Desta forma, são cidades que inserem em sua administração municipal a gestão ambiental, para que haja uma melhora na condição de vida da população. Atualmente existem várias cidades no Brasil e no mundo que já adotam práticas sustentáveis. Embora não podemos encontrar uma cidade que seja 100% sustentável, várias delas já praticam ações sustentáveis em diversas áreas.

Oportunidade

A partir desse incentivo aos projetos e cidades sustentáveis, a tendência é que muitas oportunidades surjam no mercado, abordando diferentes áreas da arquitetura e engenharia. “A construção brasileira ficará cada dia mais voltada para projetos e construções sustentáveis, pois além desta norma para cidades, existem várias outras iniciativas, como PBE Edifica, LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) e Selo Casa Azul”, revela o Prof. Marcos Casado.

Segundo o especialista em Construção Sustentável e Saudável, este é o melhor momento para investir em capacitação profissional na área ambiental. “Daí, a importância dos profissionais se especializarem através dos vários cursos oferecidos pelo INBEC, (como o MBA em Construções Sustentáveis: Certificações ambientais de edificações)”, finaliza.


Daniel Costa

Editor de Conteúdo

Educar, formar e preparar Profissionais dentro das normativas aplicáveis ao ensino superior.

Matriz
Rua Joaquim Nabuco - 2906 - Dionísio Torres - Fortaleza - CE
CEP: 60125-121
Contato: (85) 3215-6400 | (85) 9 8956-8856
E-mail: fortaleza@inbec.com.br
>> Nossas Unidades