Edifícios sustentáveis: Uma tendência que virou necessidade no mercado

Edifícios sustentáveis: Uma tendência que virou necessidade no mercado

Eficiência energética, uso racional da água e reutilização de materiais. Estas são algumas das características dos chamados prédios verdes, que estão mudando gradativamente o processo de planejamento e construção de edifícios. O método vem sendo tratado como uma necessidade, e não mais como uma tendência, pois reduz drasticamente o acúmulo de resíduos e evita o desperdício de recursos. “A construção sustentável é, hoje, o grande diferencial para vendas de novos empreendimentos, pois além de diminuir os impactos da Construção Civil, torna a propriedade mais barata na sua operação”, ressalta o Prof. Marcos Casado, engenheiro civil especializado em Gestão Ambiental Empresarial.

De acordo com o profissional, esse segmento vem crescendo devido a dois fatos: valorização do imóvel e menor tempo de produção. “O grande segredo está na hora de escolher o momento certo para realizar a obra. Quanto mais cedo iniciar, menores serão os custos do empreendimento, pois várias soluções sustentáveis não têm custo adicional.”

Não é à toa que os imóveis “verdes” são mais acessíveis financeiramente do que os “tradicionais”. O Prof. Marcos Casado conta que já participou de inúmeras ações nesse segmento, e em nenhuma delas o custo foi superior ao conceito “padrão” utilizado pelos engenheiros e arquitetos brasileiros. “Pelo contrário, presenciei casos de iniciativas que apresentaram um custo de produção bem menor”, completa.

Embora isso ocorra, algumas construtoras demonstram certa resistência aos empreendimentos sustentáveis. Para o Prof. Marcos Casado, também coordenador do MBA em Cidades, Bairros e Condomínios Sustentáveis, o maior desafio está em conhecer os conceitos da construção sustentável para poder aplicá-los de forma mais efetiva no mercado. “Querendo ou não, um dia você vai lidar com esta solicitação por parte dos clientes, que estão a cada dia mais exigindo isto dos profissionais”, finaliza.

Diferenciais de pensar verde

Confira abaixo alguns motivos para você investir na construção sustentável:

  • Os custos do imóvel podem ser reduzidos em até 20%; 
  • Os edifícios são vendidos 30% mais rápidos do que os modelos “tradicionais”; 
  • O método consegue minimizar os impactos da Construção Civil no meio ambiente, como desperdício de recursos hídricos e energéticos; 
  • Os moradores podem conquistar mais qualidade de vida e diminuir os gastos com energia e água; 
  • Os prédios são desenvolvidos mais rápidos devido a reutilização dos recursos. 

Fonte: Prof. Marcos Casado, engenheiro civil especializado em Gestão Ambiental Empresarial.


Daniel Costa

Editor de conteúdo do INBEC Matriz 

Educar, formar e preparar Profissionais dentro das normativas aplicáveis ao ensino superior.