Desconstrução civil: Um novo campo de atuação para os engenheiros diagnósticos

Desconstrução civil: Um novo campo de atuação para os engenheiros diagnósticos

Registro, análise e atestado do imóvel. Estas são algumas das atividades que podem ser executadas por um engenheiro diagnóstico. Conforme o Prof. Tito Lívio Ferreira Gomide, especialista em Avaliações e Perícias de Engenharia e em Arquitetura Sustentável, o segmento de desconstrução civil vem crescendo no mercado, oferecendo mais oportunidades para os profissionais. “A Engenharia Diagnóstica em Edificações visa examinar e investigar os sistemas construtivos para diagnosticar suas patologias prediais, com foco nas recuperações e aprimoramentos da qualidade predial.”

De acordo com dados da Associação de Estudos Geobiológicos (GEA), a Construção Civil gera um impacto intenso no meio ambiente, consumindo aproximadamente 50% da energia mundial (construção e manutenção). Para o Prof. Tito Lívio Ferreira Gomide, esse percentual tende a aumentar com o envelhecimento de grande parte do parque de construções. “O descuido com a manutenção predial também contribui para o aumento dos resíduos, pois algumas edificações atingem estágio muito avançado de degradação precoce, impossibilitando sua recuperação e determinando a sua desconstrução”, ressalta.

Por isso, a investigação diagnóstica serve para elaborar um planejamento adequado para o projeto, fornecendo informações técnicas importantes como a melhor utilização de telas de proteção para conter o pó e as formas mais apropriadas de transporte e destino dos resíduos. “Quando bem planejada, a desconstrução reduz expressivamente vários danos, como gastos de energia e mão de obra, gerando resultados positivos de sustentabilidade, com a aplicação dos 4 R’s (repensar, reduzir, reutilizar e reciclar).”

Segundo o Prof. Tito Lívio Ferreira Gomide, o elemento “desconstrução” também deve ser pensado na fase de projeto das novas edificações, visando o maior prolongamento de suas vidas úteis, com materiais de menor impacto ambiental e maior potencialidade de reutilização. “A Engenharia Diagnóstica, através das suas ferramentas, principalmente as vistorias, inspeções e consultorias, contribui significativamente no bom planejamento da desconstrução, atividade fundamental no moderno foco da boa sustentabilidade na construção civil”, finaliza.


Daniel Costa

Editor de conteúdo do INBEC Matriz 

Educar, formar e preparar Profissionais dentro das normativas aplicáveis ao ensino superior.